Organizando o pátio da sua oficina mecânica

A organização do pátio de trabalho em sua oficina  mecânica pode gerar impactos muito positivos.

As oficinas mecânicas devem ter o mínimo de qualidade para oferecer um trabalho bem feito para seu cliente. Confira os requisitos básicos para conquistar esse objetivo, que leva a satisfação do cliente.

Cuidando do pátio da oficina – Recebendo o cliente:

Quando um cliente entra em sua oficina alguém precisa ir de encontro a ele e não esperar que ele venha até você. Lembrando que pra você pode não ser o primeiro cliente que entra em sua oficina mecânica, não deixe seu entusiasmo e paciência sejam afetados com o passar do dia, se programe e se esforce para atender cada cliente de sua oficina como únicos. A sua responsabilidade é preparar bem seus funcionários para que o atendimento deles seja tão bom que o cliente não faça distinção entre o atendimento do proprietário e do funcionário. Isso só acontece com muito treinamento, muito acompanhamento, e claro, com a força do bom exemplo, e isso é de responsabilidade do dono da oficina mecânica.

Cuidando do pátio da oficina – O ambiente de trabalho:

E se o cliente entra em sua oficina e ela está limpa e bem organizada? A primeira impressão é a que fica! Faça um exercício você mesmo, dê uma boa olhada em sua oficina, como você a vê em relação a organização e limpeza, você se sente confortável em relação a isto? Mas se quiser validar sua percepção peça a um amigo seu ou a um cliente de sua confiança para fazer o mesmo, e veja o que ele acha, quais as dicas ele pode te dar? A nossa proposta é de fazer o cliente enxergar a sua oficina mecânica como uma empresa organizada, profissional e com profissionais qualificados, diferente de todas as outras que ele já  tenha ido.

Cuidando do pátio da oficina – Recebendo o carro:

Vamos focar no recebimento do carro. O momento de receber o carro na oficina é tão importante quanto a entrega. Vale lembrar que a forma como você recebe o carro do cliente está diretamente ligado à percepção do cliente em relação ao atendimento e ao julgamento que ele fará de sua oficina.

Outro ponto, é criar o hábito de escutar o cliente. Quando o carro entra em sua oficina é sinal que o cliente tem um problema no seu carro para resolver, mas será que é só isto! Não, ele também quer um bom atendimento.

Sua empresa só vai conseguir fazer um bom atendimento se entender os anseios do cliente,  por isto o cliente deve ser escutado e muitas vezes não prestamos atenção e o que poderia ser uma boa parceria de negócios pode acabar virando dor de cabeça. Escutar o cliente, no ato da entrega do carro, significa mais oportunidades para demonstrar um bom atendimento e de cativar o cliente, de ter mais dinheiro em sua oficina, de mostrar a qualidade nos serviços executados, de mostrar que sua oficina é competente e fidelizar o cliente. Escutar o cliente vai te ajudar a fazer diagnósticos mais precisos, pois não são poucos os casos que o cliente sabe que tem um problema mas nem sempre consegue repassar com detalhes o que está acontecendo no carro.

Sempre que seguir atuar conforme estes procedimento a qualidade do atendimento será diferenciado e o orçamento também mais alinhado ao desejo do cliente. Isto se chama criar um relacionamento de confiabilidade entre a oficina e o cliente.

Sabemos que muita coisa já mudou, mas para muitos o ambiente de uma oficina ainda ainda é aquele velho pátio sujo e desorganizado, com profissionais que querem te empurrar o maior número de serviços possíveis com o famoso “Lero… lero…” e é exatamente porque ainda existe este pensamento que você deve cuidar do seu pátio de um jeito diferente para que todos que passarem por aí, fique com a melhor impressão possível.

WhatsApp chat